Quando falamos em segurança elétrica residencial, uma das primeiras coisas que vêm à mente é o disjuntor. Esse equipamento é essencial para qualquer instalação elétrica, porque tem a capacidade de interromper a energia em situações de risco. Por isso, um disjuntor desarmando com frequência pode indicar problemas graves.

Neste artigo, vamos falar sobre as principais razões para esses problemas e explicar porque um disjuntor desarmando deve ser investigado o quanto antes. Continue a leitura e confira nossas dicas!

O que pode deixar um disjuntor desarmando?

Como dissemos, um disjuntor desarmando é sinal de que algo está errado na rede elétrica do local. Ele atua como um dispositivo de segurança para os circuitos, aparelhos e usuários, porque desativa imediatamente a distribuição de energia elétrica assim que o sistema fica sobrecarregado.

Acima de tudo, o disjuntor evita o superaquecimento dos fios, curto-circuitos e até mesmo incêndios. Então, com um som característico de estalo e a queda da energia, esse aparelho garante nossa proteção. Por isso, mais do que ligá-lo novamente, é importante entender o que está causando o problema. Confira as principais causas a seguir.

Sobrecarga dos circuitos

Isso ocorre com mais frequência em casas e estabelecimentos antigos, em que a instalação elétrica não suporta muitos aparelhos de alta potência. Era comum ouvirmos relatos de disjuntor desarmando depois de um tempo de banho quente, por exemplo.

Mas não se engane: essa sobrecarga também pode acontecer nas construções mais novas, principalmente quando os circuitos são mal projetados ou são utilizados disjuntores de baixa qualidade.

O ideal, nesses casos, é chamar um eletricista o quanto antes, para verificar o que pode estar causando essa sobrecarga – e realizar a troca da fiação.

Fios mal conectados

Em alguns casos, o problema pode estar no próprio dispositivo, quando a conexão dos fios está frouxa ou com mal contato. Então, se o disjuntor desarma e não volta, verifique se está tudo certo com a sua instalação, de preferência com a ajuda de um profissional.

Chuveiro elétrico

Ao comprar um chuveiro novo, é preciso ter muita atenção e garantir que ele seja compatível com a instalação elétrica de sua casa. Se ao ligar o chuveiro o disjuntor desarmar imediatamente, o problema pode ser um curto-circuito nos cabos do aparelho.

Então, para resolver esse transtorno, é importante remover a parte derretida e ligar novamente o sistema. Se não tiver segurança para fazer esse reparo, chame um eletricista.

Disjuntor desarmando: como evitar?

Com algumas medidas preventivas, você garante mais segurança e proteção para sua casa e sua família. Confira algumas dicas para evitar que o disjuntor desarme:

  • Instale disjuntores de qualidade, compatíveis com as necessidades do local. Se possível, coloque um equipamento desse em cada cômodo.
  • Evite sobrecarregar os circuitos, ou seja, não ligue aparelhos de alta potência se a rede elétrica de sua casa não estiver equipada para isso;
  • Não conecte mais de um aparelho na mesma tomada, evitando ao máximo o uso de benjamins e adaptadores;
  • Realize a manutenção preventiva regularmente, pelo menos a cada cinco anos.

Neste artigo, falamos sobre os perigos de se ter um disjuntor desarmando em casa, quais são as principais razões para isso acontecer e como evitar. É essencial manter as instalações elétricas funcionando perfeitamente, para garantir a segurança de todos.

A Viva Mais Plan conta com benefícios exclusivos de assistência residencial, que você pode acionar para cuidar de sua casa. Você pode acionar serviços emergenciais de encanador, eletricista, telhadista e chaveiro a qualquer momento. Entre em contato conosco para saber mais!