O que dizer a quem est√° de luto

Saber o que dizer a quem est√° de luto para trazer algum conforto pode n√£o ser t√£o simples. 

Isso porque é necessário que você se prepare para usar as palavras certas ao conversar com ela.

O que fazer? O que falar com esta pessoa que est√° sofrendo?

Acima de tudo, se voc√™ quer demonstrar solidariedade e apoio, mas se sente constrangido ao conversar com algu√©m que est√° de luto, confira as nossas orienta√ß√Ķes a seguir.

O que é luto

Antes de mais nada, você precisa saber que o luto não é uma doença. Na verdade, o luto é um ritual pelo qual qualquer pessoa que perde alguém precisa passar.

Porém, apesar de sabermos que o luto é um remédio amargo para a dor da morte, muitas pessoas desconhecem o que fazer para apoiar quem está enlutado.

Em alguns casos, seja por timidez ou por não saber o que dizer, muita gente acaba evitando ao máximo encontrar com alguém que está passando pelo processo de luto.

O que n√£o fazer

N√£o deixe de expressar seus sentimentos

Em primeiro lugar, não deixe de manifestar o seu sentimento pela perda que o outro sofreu. Não deixe que o seu constrangimento ou insegurança impeça você de oferecer suporte para quem precisa.

Nesse sentido, procure se mostrar dispon√≠vel para ouvir o que a pessoa tem a dizer. 

Se por um acaso a pessoa preferir não dizer nada, apenas se faça presente de alguma maneira, seja fisicamente ou até mesmo através de um telefonema ou mensagem de texto.

Dessa maneira, você estará demonstrando apoio a ela nesse momento de dor e tristeza.

O luto não é sobre você

Pior do que não saber o que dizer a uma pessoa enlutada é, nessa hora tão difícil, falar sobre si mesmo.

√Č importante lembrar que o luto √© sobre o outro.

Por isso, usar express√Ķes como ‚Äúeu n√£o sei o que eu faria no seu lugar‚ÄĚ ou ‚Äúeu passei por algo assim‚ÄĚ e ‚Äúse eu superei voc√™ tamb√©m consegue‚ÄĚ est√£o entre as piores coisas que algu√©m pode falar para quem perdeu um ente querido.

Do mesmo modo, evite tentar fazer a pessoa enxergar um ‚Äúlado bom‚ÄĚ na partida do seu ente querido. Em hip√≥tese alguma, existe um lado bom para ser visto por quem est√° chorando pela morte de algu√©m.

Portanto, tenha muito cuidado para que a falta do que dizer n√£o leve voc√™ a ser indelicado com quem est√° sofrendo. 

N√£o tente apontar caminhos

Uma pessoa enlutada não precisa escutar ninguém apontando alternativas para o seu futuro.

Se a pessoa está de luto pela perda mãe, ela não terá a menor condição de pensar, naquele instante, sobre o futuro sem a presença da figura materna.

Portanto, tentar mostrar um caminho A ou B, sem a pessoa que partiu ao seu lado, só aumentará a dor de quem está experimentando o luto.

Isso porque tudo o que a pessoa que está de luto quer é um amparo para aquela situação que ela está enfrentando.

O que fazer

√Äs vezes, se n√£o souber o que falar, apenas n√£o fale. 

Aproxime-se apenas para oferecer um abra√ßo como forma de demonstrar apoio. 

Caso voc√™s n√£o tenham intimidade, simplesmente estenda a m√£o e diga que sente muito pela perda dela. 

Estas simples atitudes dar√£o uma sensa√ß√£o de al√≠vio para a pessoa que est√° sofrendo pela perda. 

Seja como for, ela sentirá que aquela tristeza não é apenas dela e, sim, compartilhada por você e por todas as outras pessoas que a cercam.

A Viva Mais Plan é especializada em oferecer o serviço de planejamento funeral familiar.

Milhares de famílias em todo o Brasil contam com o acolhimento profissional da nossa equipe.

Saiba mais em nosso site ou entre em contato com o especialista.

Luto: por que o ritual de despedida após a morte é tão importante

Enfrentar a dor da partida de um ente querido se torna ainda mais difícil quando não há um ritual de despedida após a morte. 

Vivenciar o luto √© de extrema import√Ęncia para que a pessoa enlutada consiga elaborar a perda.

Quando pessoa é impedida de participar do enterro de seu ente querido, ela perde a chance de encontrar o conforto oferecido por amigos e familiares.

Em outras palavras, os rituais de despedida servem para permitir que todos os enlutados demonstrem publicamente seu sofrimento. Continue a leitura.

Para quê servem os rituais de luto

Antes de tudo, é importante esclarecer que o luto não é uma doença. Porém, ele pode se tornar patológico a depender da história de cada pessoa e do contexto em que acontece.

Desse modo, o luto pode culminar em doenças psíquicas como ansiedade e depressão.

Al√©m disso, o luto √© capaz de levar a patologias cl√≠nicas como, por exemplo, taquicardia, altera√ß√Ķes de humor e dificuldades de concentra√ß√£o.

Nesse sentido, os rituais de luto colaboram para que a pessoa enlutada assimile as perdas e os traumas que surgem após a morte de uma pessoa querida.

Os rituais de luto s√£o diferentes de acordo com cada religi√£o. 

No Brasil, um pa√≠s com tantas cren√ßas diversas, cada religi√£o dita rituais diferentes para o processo do vel√≥rio. 

Conhe√ßa os ritos das principais religi√Ķes praticadas pelos brasileiros:

 Velório Católico

Religião de cerca de 50% dos brasileiros, segundo pesquisa do Datafolha divulgada no início de 2020, os velórios são marcados pela presença de velas, terços, rezas e histórias sobre o ente falecido.

Os cat√≥licos costumam, ainda, realizar uma missa de 7¬ļ dia e de um m√™s, que tem o objetivo, segundo a profiss√£o de f√© cat√≥lica, auxiliar na passagem do esp√≠rito para o c√©u ou inferno.

Velório Evangélico

Os evang√©licos t√™m uma vis√£o diferente a respeito da cerim√īnia do vel√≥rio. 

Por crerem que após a morte a alma fica adormecida até a volta de Jesus Cristo, momento em que haverá a separação entre os que vão para o inferno e os que vão para o céu, não acreditam na existência de um purgatório.

Al√©m disso, a cerim√īnia de vel√≥rio n√£o tem como objetivo se despedir do falecido, sendo o evento uma ocasi√£o especial apenas para prestar solidariedade √† fam√≠lia.

Velório Espírita

J√° para os esp√≠ritas, que acreditam na reencarna√ß√£o, o morto sempre vai estar no ao redor dos vivos. 

Durante o velório, o objetivo é dar à pessoa que partiu a condição de aceitar o seu novo lugar, se desapegando plenamente do mundo dos vivos.

Vivenciar o luto é fechar um ciclo

Seja como for, independentemente da religião, os rituais de despedida colaboram na elaboração de um luto mais saudável.

Isso porque o momento do vel√≥rio e do sepultamento s√£o, sobretudo, um espa√ßo social em que as pessoas enlutadas compartilham seus sentimentos sem julgamentos. 

Enquanto dividem emo√ß√Ķes e fortalecem as lembran√ßas dos bons momentos vividos ao lado de quem se foi, amadurecem o sentimento de que √© preciso seguir em frente, apesar da dor.

Como fazer um ritual de despedida

Antes de mais nada, √© extremamente importante olhar detalhadamente para a hist√≥ria de vida de quem partiu. 

Em primeiro lugar, identifique os gostos e desejos de quem se foi. 

Tente recordar como a pessoa gostaria de ser lembrada e de que maneira essas memórias podem ser resgatadas de um jeito carinhoso e respeitoso.

Do mesmo modo que é necessário atender aos desejos da pessoa que foi embora, busque criar um ambiente que acolha todas as pessoas enlutadas.

Em outras palavras, as pessoas que comparecem ao rito de despedida estão padecendo de um sentimento de tristeza, por isso é importante fazer com que elas se sintam acolhidas na sua dor.

A Viva Mais Plan √© especialista em oferecer acolhimento a todas as fam√≠lias que sofrem pela perda de um ente querido. 

Nossos profissionais respeitam todos os desejos declarados pela pessoa em vida e os de seus familiares, garantindo uma despedida memor√°vel.

Entre em contato conosco para conhecer todas as op√ß√Ķes de planos do nosso Planejamento Funeral Familiar.